noronha_aerea (1)Neste rico ecossistema convivem em harmonia comunidades de algas e inúmeros animais marinhos, que se fixam fortemente às rochas, bem como moluscos, crustáceos, peixes, tartarugas e outros animais que passam ali parte importante de suas vidas.

É um ambiente litorâneo formado por rochas, situado no limite entre o oceano e o continente. Pode ser considerado um ecossistema, do qual faz parte uma grande diversidade de seres marinhos. O costão rochoso sofre influência das marés, dos embates das ondas e dos raios solares, obrigando as formas de vida a se adaptar a essas condições peculiares.

Neste rico ecossistema convivem em harmonia comunidades de algas e inúmeros animais marinhos, que se fixam fortemente às rochas, bem como moluscos, crustáceos, peixes, tartarugas e outros animais que passam ali parte importante de suas vidas.

O batimento constante das ondas, especialmente em ressacas, obriga muitos animais a se fixarem firmemente sobre as pedras ou a encontrar abrigo entre elas, como a lagosta. Na região mais profunda, onde o batimento é menos intenso, convivem animais adaptados ao fundo, como o peixe morcego e o peixe pedra.

Os hábitats costeiros bentônicos estão entre os ambientes marinhos mais produtivos do planeta. Dentre os ecossistemas presentes na região entre-marés e hábitats da zona costeira, os costões rochosos são considerados um dos mais importantes por conter uma alta riqueza de espécies de grande importância ecológica e econômica, tais como mexilhões, ostras, crustáceos e uma variedade de peixes.

Por receber grande quantidade de nutrientes proveniente dos sistemas terrestres, estes ecossistemas apresentam uma grande biomassa e produção primária de microfitobentos e de macroalgas. Como conseqüência, os costões rochosos são locais de alimentação, crescimento e reprodução de um grande número de espécies.

A grande variedade de organismos e o fácil acesso tornaram os costões rochosos uns dos mais populares e bem estudados ecossistemas marinhos. A grande diversidade de espécies presentes nos costões rochosos fazem com que, neste ambiente, ocorram fortes interações biológicas, como consequência da limitação de substrato ao longo de um gradiente existente entre o hábitat terrestre e o marinho.

Com base nas unidades físico-ambientais sugeridas pelas coordenações regionais podemos identificar as seguintes unidades que possuem costões rochosos significativos. Não estão aqui considerados os recifes de arenitos e as formações rochosas esporádicas comuns na costa nordeste.

Pinhal (RS) até a divisa RS / SC

Divisa RS / SC até a divisa Laguna / Jaquaruna (SC)

Divisa Laguna / Jaquaruna (SC) até Ponta da Faísca ou da Gamboa (SC)

Ponta da Faísca ou da Gamboa até Ponta dos Ganchos (divisa Govenardor Celso Ramos / Tijuca (SC)

Ponta dos Ganchos até Barra do Sul (SC)

Barra do Sul (SC) limite do Estado do Paraná / Santa Catarina

Limite do Estado do Paraná até Pontal do Sul (PR)

Pontal do Sul (PR) até Peruíbe, limite com Juréia (SP)

Peruíbe, limite com Juréia até leste da Praia da Boracéia (SP)

Leste da Praia da Boracéia até Ponta oeste da Restinga de Marambaia (RJ)

Ponta oeste da Restinga de Marambaia até Cabo Frio (RJ)

Cabo Frio até Delta do Rio Paraíba do Sul (RJ)

Delta do Rio Paraíba do Sul até Margem esquerda do Rio Piraquê (ES)

Margem direita do Rio Piraquê até Limite do Estado do Espírito Santo / Bahia

 

Da redação com informações do Ambiente Brasil

Total 15 Votes
1

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

6 thoughts on “O que são Costões Rochosos?

Deixe uma resposta