PESCARIA DE TRAÍRA COM MEIA-ÁGUA

Os extremos se encontram quando falamos em pescaria de traíras, ou você gosta ou não gosta. Peixe pra lá de esportivo e que se encontra em praticamente todos os rios, lagos, lagoas, açudes ou represas. Peixe de fácil adaptação e por isso é encontrada em todo território brasileiro.

Quando se gosta da pescaria de traíras, talvez seja pela circunstância e não pela força propriamente dita. Ela é capturada dependendo muito do clima, temperatura, estruturas e tantos outros quesitos que se possa pescar este peixe.

DICAS DE ISCAS ARTIFICIAIS

Particularmente sou apaixonado pela pesca deste peixe. Quando na região sudeste o clima está mais instável, costumo utilizar iscas softs como sapos, minhocas, camarão entre outros. Iscas que chegam na cara do peixe e que proporciona um trabalho mais lento é essencial para esses dias mais “esquisitos”.

Na ocasião de lugares mais abertos, ou até mesmo quando a água baixa de nível e forçadamente fazem com que elas saiam da toca, gosto muito de utilizar iscas de meia água ou até mesmo de superfícies, como zaras, hélices e poppers, além claro dos famosos sapinhos (frogs) de superfície. OBS: Deixei um pouco de usar essa isca devido à pouca durabilidade. Elas costumam furar e consequentemente perder seu trabalho.

FINALIZANDO…

Espero que possam utilizar essas dicas, principalmente para você que é iniciante nessa pescaria, aconselho profundamente essa pescaria, só tome muito cuidado com o manusear essa espécie de peixe, dentes afiados e uma mordida forte podem acabar com sua pescaria. Utilizar o alicate de contenção para apoiar o peixe, e retirar o anzol com alicate de bico é muito importante para manter a integridade física do pescador e do peixe.

Gostou? Deixe abaixo seus comentários.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Deixe uma resposta